Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘processos de lavagem’ Category

Conheça, nas informações abaixo, os símbolos impressos nas etiquetas de roupas. É sempre importante que voce observe as informações do fabricante. Evitando assim uma lavagem que comprometa a sua roupa. Na próxima vez que for lavar a sua roupa, observe com cuidado o procedimento que deve ser adotado.  Estes símbolos são universais. Sendo encontrados e roupas produzidas no Brasil ou no exterior.

Entenda os Símbolos das Etiquetas das Roupas e faça suas roupas durarem mais, confira:

Produto Têxtil

Símbolos de Cuidado de Conservação
Norma NBR ISO nº 3758/2006
 
Tabela 1 – Símbolos de cuidados para conservação de artigos têxteis na lavagem
A tina simboliza o tratamento doméstico de lavagem pelo processo manual ou mecânico. Ela é usada para transmitir informações referentes à temperatura máxima de lavagem, bem como os demais processos de lavagem, como mostrado na tabela abaixo:
Símbolo Processo de Lavagem
- temperatura máxima de lavagem 95ºC
– processo normal
- temperatura máxima de lavagem 95ºC
– processo suave
- temperatura máxima de lavagem 70ºC
– processo normal
- temperatura máxima de lavagem 60ºC
– processo normal
- temperatura máxima de lavagem 60ºC
– processo suave
- temperatura máxima de lavagem 50ºC
– processo normal
- temperatura máxima de lavagem 50ºC
– processo suave
- somente a mão
– temperatura máxima 40ºC
Símbolo Processo de Lavagem
- temperatura máxima de lavagem 40ºC
– processo normal
- temperatura máxima de lavagem 40ºC
– processo suave
- temperatura máxima de lavagem 40ºC
– processo muito suave
- temperatura máxima de lavagem 30ºC
– processo normal
- temperatura máxima de lavagem 30ºC
– processo suave
- temperatura máxima de lavagem 30ºC
– processo muito suave
- não lavar
 
Símbolos de cuidados para conservação de artigos têxteis,
referentes ao alvejamento
O triângulo simboliza o processo de alvejamento, como mostrado abaixo:
Símbolo Processo de alvejamento
- é permitido qualquer agente de alvejamento oxidante
- não alvejar/não branquear
Símbolo Processo de alvejamento
- permitido alvejamento somente com oxigênio/não usar alvejante clorado
 
Símbolos de cuidados para conservação de artigos têxteis,
referentes à secagem em tambor
O círculo em um quadrado representa o tambor de secagem utilizado depois da lavagem. A temperatura máxima é indicada por um ou dois pontos colocados dentro do símbolo, como mostra a tabela abaixo:
Símbolo Processo de secagem em tambor
- secagem em tambor
– temperatura normal
- a secagem em tambor é possível
– secagem a baixa temperatura
Símbolo Processo de secagem em tambor
- não secar em tambor
 
Símbolos de cuidados para conservação de artigos têxteis,
referentes à secagem natural
A simbologia mostrada abaixo, significa secagem natural. O quadrado com três linhas verticais em seu interior representa a secagem por gotejamento, onde o artigo têxtil é pendurado molhado, podendo ou não ser estendido ou alisado, em ambiente externo ou interno, após a extração do excesso de água.
Símbolo Processo de secagem natural
- secagem em varal
- secagem por gotejamento
Símbolo Processo de secagem natural
- secagem na horizontal
- secagem à sombra
 
Símbolos de cuidados para conservação de artigos têxteis,
referentes à passadoria
O ferro simboliza a passadoria a ferro doméstico e o processo de prensagem, com ou sem vapor, a temperatura máxima é indicada por um, dois ou três pontos inseridos dentro do símbolo, como mostra a tabela abaixo:
Símbolo Processo de passadoria
- temperatura máxima da base do ferro de passar a 200ºC
- temperatura máxima da base do ferro a 150ºC
Símbolo Processo de passadoria
- temperatura máxima da base do ferro a 110ºC vapor pode causar danos irreversíveis
- não passar
 
Símbolos de cuidados para conservação de artigos têxteis,
referentes à limpeza profissional
O círculo simboliza a limpeza a seco e os processos de limpeza a úmido para artigos têxteis (excluindo o couro genuíno e peles), executados por profissionais. Fornece informações relativas a diferentes processos de limpeza estão descritos na tabela abaixo. O uso do símbolo de limpeza a úmido deve ser opcional.
Símbolo Processo de limpeza profissional
- limpeza a seco profissional em tetracloroetileno e todos os solventes listados para o símbolo F
– processo normal
- limpeza a seco profissional em tetracloroetileno e todos os solventes listados para o símbolo F
– processo suave
- limpeza a úmido profissional
– processo normal
- limpeza a úmido profissional
– processo suave
- limpeza a úmido profissional
– processo muito suave
Símbolo Processo de limpeza profissional
- limpeza a seco profissional de processo normal com hidrocarboneto (temperatura de destilação entre 150°C e 210°C, ponto de fulgor entre 38°C e 70°C)
– processo normal
- limpeza a seco profissional de processo suave com hidrocarboneto (temperatura de destilação entre 150°C e 210°C, ponto de fulgor entre 38°C e 70°C)
– processo suave
- não limpar a seco

Read Full Post »

 

Lavagens

Antes da década de 80 do século passado, o jeans chegava ao consumidor final sem lavagem alguma e enrijecido pela goma. Isso causava um desconforto que só desaparecia depois de os consumidores lavarem os jeans algumas vezes. Então, uma nova indústria surgiu: as lavanderias industriais de jeans!Esta indústria, desde então, tem evoluído bastante. Atualmente, existem diversos tipos de lavagens de jeans, cada um servindo para um propósito e visando chegar a um objetivo de tratamento de jeans diferente do outro. Hoje, as lavanderias industriais são os grandes “laboratórios de moda” para o jeans! Veja abaixo quais os tipos de lavagem:

Stone Wash

Criado nos anos 80, o Stone Wash utiliza máquinas de lavar com tambores rotativos cheios de pedras. Durante um período de tempo determinado, essas pedras entram em atrito com as peças jeans, gerando o desbote do azul. Com a evolução do processo, novas lavagens surgiram, como o Super Stone, no qual as peças passam mais tempo dentro da máquina, apresentando uma tonalidade de azul diferente. Para clarear ainda mais o jeans, surgiram o Destroyed e o Delavê, lavagens que utilizam uma combinação certa de enzimas e cloro para obter um rápido clareamento e envelhecimento das peças. O Stone Wash pode ganhar o auxílio de produtos químicos, como as enzimas celulósicas que, ao se alimentarem das fibras naturais do algodão, potencializam o efeito de envelhecimento causado pelas pedras, reduzindo o tempo em que o jeans deve ficar na máquina e o custo total do processo.

Vintage

A famosa lavagem Vintage transforma o jeans básico em um “clássico” com ar de envelhecido. Após a lavagem do tipo Stone Wash, a peça está preparada para receber o tingimento Vintage, no qual as fibras do tecido são pigmentadas, ganhando uma nova cor, que caracteriza o tipo de envelhecimento do jeans. Após o tingimento, o jeans pode receber mais efeitos, como bigodes, puídos, ir ao forno e outros, tudo de acordo com a criatividade de cada lavanderia.

Outros processos de lavagem jeans

O Stone Wash e o Vintage não são os únicos processos de lavagem. Existem muitos outros como, por exemplo, um processo que utiliza um produto químico chamado permanganato, que serve para desbotar ou clarear o jeans em locais específicos ao invés de na peça inteira.

Acid Washed

Com uma lavagem muito forte, o jeans Acid Washed possui manchas uniformes, que resultam em um aspecto final marmorizado.

Bleached

É o jeans de tonalidade azul bem clara. É artificial, pois a cor só é alcançada através de processos químicos no tecido.

Dirty Washed

Estilo meio “mulambento”, com um efeito vintage causando a impressão de vestimenta velha e desgastada. Em regra, possui tonalidades queimadas, oscilando entre tons acinzentados a terrosos.

Distressed Denim

É o jeans de aspecto rasgado, desgastado.

Leather Effect

Seu efeito lembra o couro. Indispensável para essa época do ano. Um “Hippie Chic”.

Ombré ou Dip Dye

Essa lavagem tem como principal característica conferir o efeito tie dye ao jeans, quer dizer, o degradê da tonalidade.

Paint Effect

Seu efeito simula manchinhas ou respingos no tecido. É uma das lavagens prediletas das mulheres.

Read Full Post »

Lavar roupas tem sido uma atividade doméstica há séculos. Seja quando a tecnologia era bater as roupas em pedras na beira do rio ou agora, em que a tecnologia é apertar botões em máquinas de lavar roupas programáveis.  A lavagem a seco, por outro lado, é diferente. Trata-se de um processo que limpa as roupas sem usar água. É utilizado um líquido de limpeza e as roupas são imersas e limpas em um líquido solvente líquido – o motivo de o processo ser chamado de “a seco” é porque não envolve água. Neste artigo vamos conhecer os bastidores do processo de lavagem a seco para que você possa entender o que acontece com suas roupas após tê-las deixado na lavanderia. Assim como outras invenções, a lavagem a seco surgiu por acidente. Em 1855, Jean Baptiste Jolly, um francês que era proprietário de uma tinturaria, percebeu que sua toalha de mesa ficou mais limpa quando sua empregada tombou acidentalmente uma lamparina com querosene em cima dela. Então, em sua tinturaria, Jolly ofereceu um novo serviço e o chamou de “lavagem a seco”. No início, as empresas de lavagem a seco usavam muitos solventes diferentes, inclusive gasolina e querosene, para limpar roupas e tecidos. Nos EUA, a indústria da lavagem a seco é relativamente nova e começou há cerca de 75 anos. Desde o fim da Segunda Guerra Mundial, os solventes sintéticos voláteis, tetracloreto de carbono e tricloroetileno, deram espaço ao produto conhecido como percloroetileno, que se tornou a escolha de uma esmagadora maioria do setor. Não somente era mais rápido e mais seguro, como também limpava muito melhor. Também precisava de equipamentos menos robustos, menos espaço e podia ser instalado em locais de lojas de varejo, oferecendo serviço rápido de qualidade. Como resultado dessa inovação, a maioria das roupas atualmente são lavadas com percloroetileno.  Abaixo o processo da sua roupa quando ela entra na lavanderia:

O processo de lavagem

Quando sua roupa entra na lavanderia universo  para lavagem a seco, os funcionários seguem um padrão que é o mesmo em quase todas as operações de lavagem a seco realizadas atualmente. Suas roupas passam pelas seguintes etapas:

  1. Colocar etiquetas e inspecionar- há métodos, sejam pequenas etiquetas de papel ou pequenos rótulos escritos na gola de uma camisa, que são usados para identificar as roupas. Elas também são examinadas para garantir que não há botões faltando, rasgos, etc., cuja culpa possa recair sobre o processo de lavagem depois. 
  2. Pré-tratamento- o funcionário procura por manchas em suas roupas e as trata para fazer com que a remoção seja mais fácil e completa. 
  3. Lavagem a seco- as roupas são colocadas em uma máquina e lavadas com um solvente. 
  4. Pós-remoção de manchas- as manchas remanescentes são removidas. 
  5. Acabamentoisso inclui passar, dobrar, embalar e outros toques finais. A fase final da lavagem a seco inclui finalizar, prensar, vaporizar, passar e fazer quaisquer reparos necessários para restaurar as peças. Assim que as roupas são limpas, elas são prensadas ou “acabadas”. As etapas deste processo incluem:
  • aplicar vapor para amaciar as roupas;
  • remodelagem da roupa através da secagem rápida;
  • remoção das manchas com ar ou a vácuo;
  • aplicar pressão às roupas.

A pressão vem da parte superior da prensa, enquanto o vapor é liberado pela base. A maioria das máquinas não só emite vapor, como também pode aspirá-lo. Isto é o que acontece quando utilizamos o processo de lavagem a seco na lavagem da sua roupa.

 

Read Full Post »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.